terça-feira, 27 de novembro de 2007

Escorpião marinho com mais de 2.5 metros


Um escorpião marinho (Eurypterida) fossilizado com mais de 2,5 m foi descoberto em Prüm, no oeste da Alemanha. Este mega escorpião viveu há 390 milhões, numa época em que os insectos, aranhas e crustáceos tinham tamanhos gigantescos.

O “recém-baptizado” Jaekelopterus rhenaniae apresentava pinças com 46 cm de comprimento, o dobro das maiores até hoje encontradas. Já se conheciam outros gigantes, como libélulas, baratas e centopeias, mas esta descoberta confirmou que antes dos dinossauros, existiu outra época de gigantes.

Com base nos fósseis encontrado calculou-se que este escorpião teria pesado 180kg.

Em Portugal há registo de escorpiões marinhos do Ordovícico da Serra do Buçaco - Dithyrocaris longicauda.

Os euripterídeos são artrópodes quelicerados e grupo irmão de Arachnida e os seus parentes mais próximos são os escorpiões e aranhas.

A descoberta foi publicada a 21 de Novembro na revista científica Biology Letters


Texto retirado de: http://cienciaaonatural.blogspot.com/2007/11/quanta-vida-por-descobrir-escorpio-com.html

1 Pareceres Científicos:

paper-life disse...

"A descoberta foi publicada a 21 de Novembro na revista científica Biology Letters"
Tinha de ser em Novembro.
Sou escorpião de ascendente escorpião - dizem - e sempre gostei de olhar o fundo do mar. Também sempre me achei mais velha que a vida que há por aqui bem, digam lá se não dá que pensar na astrologia...

Sem brincadeira, grata pela informação.
:)